O bingo e as festas juninas

Como apareceu o bingo nas festas juninas

sos

 

Os bingos e as festas juninas têm muito em comum. Como apareceu o bingo nas festas juninas? Como assim? Bem, não há festa junina sem jogos para animar a festa e um dos jogos mais tradicionais nestas comemorações, é o bingo. Assim, crianças, adultos e a família toda reúnem-se em torno ao fogo para homenagear São Joao.

Embora o bingo online é muito comum, ainda com as regulações de jogos de azar em andamento. Aliás, as regulações focam-se no mercado de jogos online pois, de fato trazem muitas ganancias para sites estrangeiros que de fato, podem ser para o Brasil.

Deuses pagãos que vieram na forma de São Antônio, São Joao e São Pedro

Desde os jogos como o bingo nas festas juninas, muitas coisas tem acontecido. Antigamente, lá pelo século 10, eram rituais para atrais abundancia e fartura com motivo do solstício de verão no hemisfério norte. Assim, os imigrantes desde o outro lado do Oceano Atlântico nas malas, trouxeram também a tradição de homenagear as datas de uma série de santos. Santo Antônio (no dia 13 de junho), São João Batista (dia 24) e São Pedro (dia 29) são os discípulos cristãos escolhidos para essas datas.

As festividades, como já dito, referem a troca de estações e a anunciação de boas colheitas e fertilidade. Na época, o povo predominantemente pagão em conversão, fazia sacrifícios e ritos vindos da comemoração de um novo ciclo. Mais precisamente, a troca de ciclos tinha (e ainda hoje tem) o intuito de fechamento e abertura de etapas, mas para quem lavorava a terra, era momento substancial. Afinal de contas, quem depende da terra para viver, põe em risco não somente sua alimentação, mas no caso a garantia de proteção dos senhores das terras onde viviam.

Os santos e os deuses

A igreja católica, após a generalização da fe apostólica romana vinda do imperador romano Teodósio (347-395) quem foi o responsável por impor o cristianismo niceno no império. Foi um ponto de inflexão na governação de Teodósio pois ele havia sido tolerante com os pagãos por conta de serem parte de uma classe influente.

O imperador Teodósio foi um dos primeiros líderes na história a acunhar as noções de dias de trabalho e feriado. Como assim? Bem, Em 388 enviou um prefeito à Síria, Egito, e Ásia Menor para eliminar comunidades pagãs. Assim, o Serapeu de Alexandria foi destruído nesta campanha. Consequentemente, criou e realizou os «decretos teodosianos» onde proclamava que as festas pagãs não conversas ao cristianismo, passariam a ser dias de trabalho (em 389).

“Como a agricultura é associada à fertilidade, cada região celebrava seu casal de deuses específico. No Egito, os votos eram para Isis e Osíris. Na Grécia, havia a festa de Cronus, o patrono da agricultura, ou, apenas para as mulheres, Adônis e Afrodite, quando elas faziam plantações rituais e caíam na farra.

Outro relembrado era Prometeu, o criador da humanidade – e quem trouxe a eles o fogo – não é um mistério como ele era celebrado. “O formato era mais ou menos como a gente conhece, com comida regional, danças e fogueira”, diz a Antropóloga e Professora da PUC, Lúcia Helena Rangel.

bingo e as festas juninas
Qual a história das festas juninas no Brasil

Qual a origem das festas Juninas no Brasil então?

Um aniversário 6 meses antes do nascimento de Cristo

Certamente, o bingo nas festas juninas, a pamonha, a pipoca, as cuecas viradas e o quentão têm vários antecedentes. Muito antes de aparecerem nas nossas mesas e nas nossas cidades. Assim, são pratos e costumes de origem pagão. Vamos dar uma olhada então. Vamos ver como é que as sinhazinhas, fogatas e as maças caramelizadas, o bingo e o rabo de burro estão nas nossas vidas.

Lendas

As lendas do Sol e a Terra foram trocadas pelo relato bíblico de São João Bautista, embora sem renunciar aos ritos da água e o fogo durante a noite mais longa e mais curta do ano. A lenda primigênia no solstício diz que o sol, durante a noite mais larga do ano se mostra com todo seu esplendor para apaixonar a terra. Então desde o primeiro dia do solstício de verão o Sol promete acompanhar a terra por mais tempo. As noites começam a ser mais curtas e a crença era de que eram mais propicias para afastar demônios e maus espíritos.

Finalmente, dependendo do hemisfério, será a comemoração que corresponda: comemorar o início do verão, ou do inverno. Apesar do catolicismo ter sido globalizado no mundo inteiro, muitos rituais pagãos prevalecem junto com a mudança de temporada.

Hoje em dia podemos aceder a distintas variedades de bingos online, em sites de fora do Brasil. Apesar das modificações nas regulações sobre bingos acontecendo, ainda temos regulações de 1946.

Vamos viajar no tempo para encontrar então as motivações de essas festividades tão caraterísticas no Brasil e no mundo. Contudo, a humanidade aproveita para jogar, exorcizar e limpar a casa, 6 meses antes da vinda de Jesus.

As festas juninas de Caruaru no Guiness

Certamente, saci pererê, fantasmas, bruxas, correio elegante, bingo nas festas juninas e a quadrilha fazem parte da nossa identidade. Cada cidade adiciona o seu condimento para as festas juninas. De fato, hoje escolhe se divertir jogando uma partida de bingo no meio do salão, ou no seu celular.

Os imigrantes portugueses vieram com o solstício feito santo nos barcos. Muitos outros, (dos migrantes) aportaram mais costumes para as festas joaninas. Assim, a multiplicidade de imigrantes de diferentes partes do mundo com suas tradições nas festas juninas. Certamente, os enfeites coloridos de papel vêm da China, as vestimentas do Portugal e a dança das fitas, vem da península ibérica.

A primeira festa de São João

Aconteceu em São Paulo (entre santos eles se entendem) em 1583. Foi impulsada por um jesuíta, segundo Fernando Pereira, professor de Cultura Popular e Cultura Midiática, da Universidade Mackenzie. Ainda hoje, a fogueira une todas as festas de São João europeias (da Estônia a Portugal, da Finlândia à França).

*A festa de Caruaru é considerada a maior festa regional ao ar livre do mundo segundo o Guinness World Records. 

O arraial pernambucano localiza-se, desde 1994, no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga e atrai visitantes de todo o estado. Os festejos inicialmente eram organizados em propriedades rurais particulares.

Atualmente, a cidade realiza a festa de São João durante todo o mês de junho. O Pátio de Eventos Luiz Gonzaga tem 44 mil metros quadrados onde podem se encantar:

  • A Secretaria Municipal de Turismo
  • A Fundação de Cultura de Caruaru;
  • O Museu do Barro e do Forró

O complexo inclui também um pavilhão para exposições e um dos palcos para shows. Além dos diversos polos espalhados pelo município como o Alto do Moura e a Estação Ferroviária.

Continue acompanhando nossas matérias e esperamos que tenha aproveitado o artigo e as festas joaninas nesse 2019!

*Fonte: Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *