Como-ganhar_no_bingo_com_Carl_Leffer_e_cia

Carl Leffer e Edwin Lowe mudam como ganhar no bingo

Você sabe quem é Carl Leffer e sua relação com o bingo?

Que o bingo é um jogo simples, parece óbvio. Afinal, suas regras são muito fáceis de compreender, mas as possibilidades de ganhar no bingo hoje não são as mesmas quanto há 70 anos atrás. É um desses jogos que reúnem a família toda em redor da mesa, ou no caso dos bingos online, que reúnem também distintas gerações. Desde a Roma até o Brasil muitas coisas têm acontecido, incluindo inclusive como ganhar no bingo. No entanto, será que criar o jogo foi algo simples?

O bingo data de uns 500 anos atrás. A história conta que ele veio da Itália e, posteriormente foi se transformando segundo os costumes de diferentes países da região como a França ou a Inglaterra. Assim, desde lá até aqui já variaram a quantidade de bolas usadas, a forma de seleção, os elementos em jogo em cada partida. Mas, mesmo assim, as regras gerais continuam sendo mais ou menos as mesmas, sem grandes variantes.

Na história desse jogo, muitas pessoas tiveram um papel importantíssimo. Dentre elas, nos Estados Unidos, duas foram de particular destaque. Uma delas foi Edwin S. Lowe e a outra, o matemático Carl Leffer. Assim Leffer, também professor de Matemáticas da Universidade de Columbia de Nova York na época foi fundamental. Saiba o porquê!

Edwin Lowe sabia como ganhar no bingo e Carl Leffer também

Já temos falado anteriormente sobre a história do bingo no mundo. Como ele nasceu, a utilização da mecânica do jogo para o ensino de determinadas habilidades, inclusive em escolas. Dessa vez, falaremos sobre alguém que disponibilizou muitas novas chances para o jogo. Vamos retomar, portanto, aquele momento em que o bingo iria a ser comercializado.

Para expandir as possibilidades de ganho nesse processo, era necessário oferecer mais chances para os jogadores, especialmente se o intuito era que o jogo fosse parte das opções de entretenimento domésticos também. Esclareceremos então, como é que Carl Leffer se torna importante nessa história.

Nem todos os jogadores assíduos do jogo sequer o conhecem ou sabem da sua valia nesse jogo que acabou sendo ato popular no Brasil e o mundo.

Embora tenha sido criado no século XVI na Itália, o jogo tornou-se bastante popular nos Estados Unidos do século XX. Foi numa dessas partidas, que Edwin Lowe conheceu o jogo e, a partir de então, tornou-se um empreendedor da modalidade. Foi até ele que escolheu o nome como sabemos.

Destarte, existiram pessoas no seu entorno que também fizeram com que hoje em dia o bingo seja tão popular quanto ele é. Houveram várias pessoas que acompanharam e protagonizaram a cruzada do bingo e talvez não sejam tão conhecidas assim. Além de Edwin Lowe, houveram outras pessoas fundamentais para a expansão do bingo. É sobre eles que vamos nos aprofundar a partir de agora.

Quem foi Wilkes Barre?

Um desses homens que seria precursor da entrada de Carl Leffer foi Wilkes Barre. Ele era um padre norte-americano, que vivia no estado da Pensilvânia. Por lá, ele usava do jogo para levantar fundos para caridade.

Essa prática já não era novidade naquela época, e aliás é algo em comum com o Brasil, inclusive até os dias de hoje. Fazendo um pequeno parêntese, inclusive, é apenas nestas situações que a justiça brasileira às vezes libera a prática do jogo. Via de regra, no país só é possível a través dos bingos online com sede no exterior.

Porém, voltando a Wilkes Barre, foi justamente aí que ele viu que algo precisava ser melhorado no bingo, muito antes da existência dos bingos online. Ele tinha poucas cartelas do jogo, de modo que quase não havia lucro em seus eventos.

A solução do padre foi simples: contatar Edwin Lowe, o qual já se tornara famoso. Ele queria que o empreendedor produzisse mais cartelas além das 24 que eram existentes por ali. Lowe ouviu e então entra o nosso protagonista, Carl Leffer.

Como_ganhar_no_bingo_com_Carl_Leffer_e_cia
Edwin Lowe, Carl Leffer e cia: como ganhar no bingo

O trabalho de Carl Leffer

Antes de explicar o que fez Carl Leffer, entretanto, temos de contextualizá-lo na história. Ele só foi chamado por Lowe para ajudar no bingo por sua profissão. É que Leffer era um matemático que trabalhava na Universidade de Columbia.

Anteriormente em outros artigos temos trazido a anedota sobre o círculo eclesiástico acudindo ao Sr. Lowe para consultar a disponibilização do jogo para eventos beneficentes na igreja, lembra? Muito Bem, a intenção do empreendedor de Nova Iorque ao procurar Leffer foi para atender aos pedidos do pastor da Pensilvânia. Isto é, criar novas combinações com a finalidade da elaboração de novas cartelas do jogo.

Isto viria a ajudar não só na realização dos eventos beneficentes, mas todos os jogadores de forma geral. Até hoje em dia, mesmo com os bingos online, o trabalho de Carl Leffer é utilizado.

Edwin Lowe e Carl Leffer

O Homem que deu variantes e disponibilizou mais chances para os jogadores de bingo, atravessou também momentos complexos durante a criação delas. Certamente, Leffer pediu um pagamento inicial para cada cartela.

No entanto, o trabalho acabou sendo muito mais complexo do que ele poderia ter imaginado. A sistematização de dados e a posterior criação das cartelas tornou-se muito mais difícil do que ele tinha previsto inicialmente.

A ausência de ferramentas que permitissem a recolecção e concretização de algo que pode parecer tão simples quanto fazer uma impressão, era muito mais complexo 70 anos atrás. Na época não havia a ajuda de computadores. Sendo assim, o matemático teve de elaborar cartela por cartela à mão. Com o tempo, pediu cada vez mais dinheiro por cada uma, sendo que a última demanda foi de 100 dólares cada.

Dados do trabalho de Leffer

Esse árduo e complicado trabalho de Carl Leffer acabou sendo fundamental no futuro do bingo pois determinou também como ganhar no bingo. Por sua causa, o jogo conseguiu se desenvolver muito mais, ao trazer mais pessoas e dar mais possibilidades aos organizadores.

Se pensarmos que o trabalho todo para chegar até essas conclusões foi, é claro, feito à mão, gera admiração pela dedicação de Carl são sem dúvidas impressionantes. Veja alguns dos dados e resultados vindos do trabalho dele:

  • 6 mil cartelas produzidas
  • 100 dólares cobrados por cada cartela
  • Proporcionou aumento de 25.000% no número de cartelas existentes
  • Ajudou a alavancar o boom do jogo nos Estados Unidos e no mundo

Vida após o bingo

Todo esse trabalho não foi muito positivo para a saúde do matemático. Pelo contrário, conforme muitos afirmam, acabou fazendo muito mal. Em particular, para a sua saúde mental.

De acordo com alguns relatos vindos desde pessoas próximas de Leffer, eles dizem até que Carl Leffer teria perdido seu rumo por conta de uma sobre exigência ocasionada nesses momentos junto de Lowe. Assim, quando aceito o pedido de Lowe, não imaginou que seria tão difícil de completar. Mesmo assim, durante a própria execução, Leffer foi até o final e entregou aquilo lhe fora requerido.

Concluindo

Aconselhamos perante tudo, que você mesm@ faca a sua descoberta em relação a qual a melhor técnica e cómo ganhar no bingo. Em primeiro lugar, não levar o jogo tão a sério. Simplesmente tome essa informação como parte da história e da própria evolução do jogo. Aliás, perante tudo, o bingo é um jogo e não deveria ser determinante na vida de alguém. Em qualquer caso, a diversão e a saúde sempre devem estar em equilíbrio.

Afinal, o bingo é isso, não é? Um jogo. Então, continue conosco, compartilhe as suas experiências e confira mais artigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *