É-possível-cantar-bingo-de-acordo-aos-seus-sonhos_3

É possível cantar bingo de acordo aos seus sonhos

Cantar bingo enquanto sonhamos: mito ou realidade? É possível cantar bingo de acordo aos seus sonhos? Nos últimos anos, têm sido públicas várias informações concernentes a nossa ontologia humana. Isto é; planos que coexistem nesse plano 3D onde vivenciamos nossa existência. Assim, já segundo escritos em esperanto pertencentes a era de uma das línguas mais antigas da nossa espécie, os sonhos eram um enigma. Será que podemos tomar algum glance no caso de querer cantar bingo com essa multiplicidade de opções e percepções?

O jogo do bicho é um exemplo claríssimo sobre a simbologia animal outorgada para números em base as associações semelhantes no traço da tabela arábiga-numérica.  Assim, no caso, o número 1 é associado com o avestruz usando de base o pescoço do animal. Inclusive até poderíamos dizer que a outra opção para essa referência pode ser o animal levantando seu pescoço.

Vamos nos aprofundar inclusive graças a Aristóteles na temática dos sonhos e a sua correlação com as premonições que comumente são associados. De fato, a motivação para isto é que essa seria só a superfície da questão em não a sua base. Vamos lá!

cantar-bingo-de-acordo-aos-seus-sonhos_5
Saiba cantar bingo de acordo aos seus sonhos

É possível cantar bingo de acordo aos seus sonhos?

Já jogou partidas (bem de bingo online ou bingo em casa de amigos) se encostando na sua intuição?Desde o principio da humanidade, as capacidades premonitórias das pessoas têm levantado e destruido civilizações, reinados, governos e ainda muito mais. Você alguma vez acordou com um palpite e foi correndo contar? Descubra como cantar bingo de acordo aos seus sonhos.

Há muitas versões sobre distintas explicações em torno a essa temática. Aristóteles já dizia que nao pode se considerar informação rigurosa pois a mente nao intervem quando os sonhos acontecem, embora tenha feito um dos análises mais completos a respeito. Como conciliar aquilo que pre-conhecemos, com aquilo que aprendemos e aquilo que percebemos em distintos graus?

Já autores Jungianos (Jung, discípulo de Freud) tratam os sonhos como a sua matéria prima de trabalho. Isto é; baseiam sua escola e, por tanto seus tratamentos na potencialidade intrínseca de informação vinda dos sonhos. De fato, seguindo metodologías que permitem descifrar momentos chave na vida.

Metodologias que desvendam e saneiam memórias e vivencias que ficam “lacradas” no inconsciente dos sonhos de uma pessoa com progressos notáveis. Inclusive Brian Weiss tem ilustrado muito bem essa questão em várias das suas óperas de mais sucesso, o exemplo mais literal é Muitas vidas, muitos mestres.

Pitágoras, Sócrates e Aristóteles: o bingo que eu sonho, é válido?

Segundo Patrícia Gabriela Bilha Salles, na publicação Saber Humano, ISSN 2446-6298, Edição Especial: Cadernos de Ontopsicologia, p. 360-378, fev., 2016:

  • Segundo Pitágoras, um dos grandes abandeirados da matemática e ciencias aplicadas, lá no século 570 a.c. os sonhos seriam mensagens de seres sobrenaturais, à recepção seria condicionada à pureza da alma;
  • Segundo Sócrates em um diálogo sobre a questão dos sonhos:

Como vês, não é difícil suscitar controvérsia nesse terreno, pois é possível duvidar até mesmo se estamos
acordados ou dormindo. Além do mais, como é igual o tempo que dedicamos ao sono e o que passamos acordados, em ambos os estados sustenta nossa alma que são absolutamente verdadeiras as noções do momento presente, de sorte que numa metade do tempo batemo-nos pela veracidade de determinadas noções, e na outra metade pela de noções em todo o ponto diferentes, mas em ambos os casos com igual convicção.

  • Aristóteles: semelhanças

Ele afirma que o melhor intérprete de sonhos será aquele capaz de reconhecer as semelhanças
porque as imagens dos sonhos resultam ser deslocadas e reviradas. A tentativa aristotélica de explicar as propriedades divinatórias do sonho recorrendo às leis da física, porém, teve escarço prosseguimento. O debate sobre a confiabilidade, as causas e os modos dos sonhos, daí em diante, caracterizou-se de modo quase que exclusivo na direção da onirologia, voltando-se novamente à estreita correlação com a hipótese de origem metafísica do fenômeno. Contudo, Aristóteles supõe que os sonhos proféticos, analogamente aos fenômenos de telepatia, sejam o produto de estímulos transmitidos por ondas, similares às perturbações que se difundem no ar ou na água. Assim, que a mente reagiria melhor a tais estímulos quando em um estado de passividade, como é justamente no sono.

cantar-bingo-de-acordo-aos-seus-sonhos
Descubra como cantar bingo de acordo aos seus sonhos

Jung: o bingo sonhado e a hipnose

No caso de Gustaf Jung, a hipnose, a sincronicidade e a separação dentre as áreas consciente e inconsciente sao bases sob as quais, os sonhos sao estudados em forma vasta. Segundo o escritor Robert Johnson, um destacado palestrante e terapeuta junguiano nascido nos Estados Unidos em 1921 e autor de vários livros, Gustaf Jung abriu caminhos.

Assim, ele revelou informações incríveis até esse momento no campo da psicologia por conta da hipnose onde, dentre outras coisas descobriu que nossa vida vai realmente muito mais além dessa encarnação.

Segundo Johnson:

“Ele descobriu o inconsciente dos seus próprios pacientes e em suas próprias experiencias extraordinárias de sonhos e visões e também na mitologia que o fascinava. O fato da mitologia de todas partes do mundo terem tantos fatos em comum o fascinava.”

Finalmente, segundo o próprio Jung, em 2009:

“O sonho é uma parcela da atividade psíquica involuntária, que possui, precisamente, suficiente consciência para ser reproduzida no estado de vigília. Entre as manifestações psíquicas são talvez os sonhos aquelas que mais nos oferecem dados “irracionais”.

Para Jung, o sonho:

  • Mostra aquilo que “é” para quem o sonha;
  • O sonho possui um significado intrínseco próprio;
  • Ele é uma força orientadora o ego.

“A razão para a posição excepcional do sonho está na sua maneira especial de se originar: o sonho é o resíduo de uma atividade que se exerce durante o sono. Esta maneira de se originar é suficiente, em si mesma, para isolar o sonho dos demais conteúdos da consciência, e este isolamento é acrescido pelo conteúdo próprio do sonho, que contrasta marcantemente com o pensamento consciente.”

Gustaf Jung

Brian Weiss: o bingo sonhado já foi um fato

Recomendamos ler “Muitos vidas e muitos mestres” onde Brian publica uma das épocas mais reveladoras e constrangedoras da sua vida pessoal e profissional. Assim, no livro você poderá ser testemunha de uma pesquisa reveladora. Ele tem base na vida de Weiss e baseado em informação recolhida em centenares de sessões de hipnose com distintos pacientes. De fato, inclusive uma simples partida de bingo pode ser a responsável de destravar algo essencial na sua vida.

De certo, algo tão simples quanto uma partida de bingo pode ser ganha escutando aquilo que chamam de voz interior. Essa informação que passa por nós sem aviso e que nao está relacionada com ações prévias.

Inclusive, talvez é o seu espíritu lhe deixando essa informação para que você a utilize. Também se diz que temos um dublê cósmico que na verdade nao é um dublê; somos nós mesmos em estado puro. Sem marcas, sem dores, a nossa essência limpa e livre com as respostas que realmente fazem a diferença na nossa vida.

No entanto, com a ajuda da sua esposa e colega, conferem que aquilo inicialmente atribuido a patologias, vinha de outras eras. Como assim? Bem, aquilo que Brian Weiss confundiu com patologias evasivas, lhe deu informações que iam muito mais além do que os sonhos podiam levar.

Certamente, Weiss sistematizou informações similares as obtidas por Kardec. De fato, esse o seudónimo utilizado pelo colega Hippolyte Léon Denizard Rivail em 1867. Assim, 113 anos se passaram dentre o um e o outro.

Tanto é assim, que Kardec descobriu e provou a existencia do espíritu dentro de nós, seres humanos. Assim, foi capaz de investiga-los e clasifica-los mas, e o fato mais transcendente foi saber que a vida não acaba aqui. E fundamentalmente, que sempre estamos exactamente onde devemos de acordo ao nosso aprendizado.

Concluindo

Assim, reparando em culturas e religiões orientais como a buddhista, deidades indianas ou a história da religião asiática, vai encontrar o foco na alma e no espíritu. Coincidentemente, que, de fato, vivemos várias vidas, não uma única.

Todos esses homens tem estudado em profundidade os “palpites” ou aquilo que parece ser um palpite. Certamente, você já tem muita informação para pesquisar e discernir se aquilo com o que você sonha é palpite. Reflexione, contraste e tire as suas próprias conclusões.

De fato, descobrimos também que você -e todos nós- podemos utilizar nossos sonhos como palpite sim. Contudo, além de estar ligado no bingo, seja ele online ou nao, você deve estar conectad@ com seu espíritu. Isto é, buscar o mais que puder estados de iluminação onde a razão fique do lado de fora. Assim, pode apelar para o estado REM ou até uma simples meditação em casa. Não podemos garantir que você ganhe, mas podemos garantir mais um pouco de paz e melhoras na sua saúde.

Acredite em cantar bingo de acordo aos seus sonhos. Continue acompanhando nossos artigos e compartilhe sua opinião conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *